ESTRATÉGIAS PARA PRESENÇA NEGRA
NOS ESPAÇOS E NOS IMAGINÁRIOS

O primeiro entendimento para a construção dessa edição do Festival Internacional do Audiovisual Negro do Brasil é pontuar a APAN - Associação de Profissionais do Audiovisual Negro como movimento negro. Neste sentido, a relação que se estabelece é de construção contínua para processos que possam garantir futuros possíveis para a população negra: seja aos trabalhadores do audiovisual, seja no imaginário da população negra e não-negra. 

 

Pensando em como criar modos de vida, as políticas públicas estão no ponto de partida desta construção que está pragmaticamente nos espaços e nos imaginários, para que num futuro - próximo-, outras relações possam ser estabelecidas a partir de um QuilomboCinema.

Uma vez que a possibilidade de imaginar e refundar um futuro só é possível na medida em que possamos enxergar horizontes viáveis, debatendo as estratégias para presença negra nos espaços e nos imaginários: políticas públicas e ações afirmativas em perspectiva, a 2ª edição do FIANb - Festival Internacional do Audiovisual Negro do Brasil visa mediar um debate através de sua programação, com camadas que possam ser meios para garantir essas presenças: tanto no campo material, quanto no campo simbólico.

A construção do QuilomboCinema é ação coletiva, venha construir com a gente!

 

Tatiana Carvalho Costa

Kariny Martins

Direção Artística do FIANB